Retour à l'accueil

         
Quelques brésiliens importants ...

- Aleijadinho - - Jorge Amado - - Apolônio de Carvalho - - Olga Benário - - Cartola - - Josué de Castro - - Chico Mendes - - Oswaldo Cruz - - Euclides da Cunha- - Cyro dos Anjos - - Darcy Ribeiro - - Santos Dumont - - Gilberto Freyre - - Celso Furtado - - Graciliano Ramos - - João Guimarães Rosa - - Dom Helder Camara - - Antônio Jobim - - Juscelino Kubitschek - - Clarice Lispector - - Monteiro Lobato - - Lula - - Machado de Assis - - Cecília Meireles - - Oscar Niemeyer - - Oswald de Andrade - - Cândido Portinari - - Pixinguinha - - Marechal Cândido Rondon - - Walter Salles - - José Sarney - - Tarsila do Amaral - - Getúlio Vargas - - Heitor Villa-Lobos - - Vinicius de Moraes - - Vital Brazil - - Zuzu Angel


- Apolônio de Carvalho - Socialista e figura legendária, sua trajetória de vida se confundiu com um roteiro de um romance épico. Nesta última entrevista concedida com exclusividade em seu apartamento no Leblon, no Rio de Janeiro, em agosto de 2005, poucos dias antes de morrer, ao lado de sua companheira Renée de Carvalho, Apolônio fala do governo Lula, de Luis Carlos Prestes, da decadência do comunismo no mundo, da guerra civil espanhola e do sentimento de ter matado seres humanos, e dá um depoimento inédito sobre a Guerra do Paraguai e de sua amizade com o poeta Manoel de Barros, entre outros assuntos. - Entrevista na revista Correio Caros Amigos - Fevereiro 2006

- Luís Inácio Lula da Silva - Somos o mais importante partido de esquerda do mundo - Essa é uma das afirmações de Lula em meio à repercussão da significativa vitória do PT nas últimas eleições municipais. Há muitas outras, menos bombásticas, mas não menos importantes, na voz de um político que se projeta como o grande nome da oposição para 2002. A entrevista foi concedida na sede do Instituto Cidadania, do qual Lula é conselheiro.
Entrevista na revista Correio Caros Amigos - poucos meses antes de ser eleito presidente
Lula et son peuple, par Mino Carta - Article paru le 27/05/09 sur Carta Capital et traduit par Roger Guilloux pour Autres Brésils

- José Sarney - Advogado, nascido na cidade de Pinheiro, estado do Maranhão, em 24 de abril de 1930. Elegeu-se suplente de deputado federal pelo Partido Social Democrático (PSD), assumindo o mandato em 1956 e 1957. Foi deputado federal (1959-1966) pela União Democrática Nacional (UDN) e, com extinção dos partidos políticos e a imposição do bipartidarismo pelo AI-2, em 27 de outubro de 1965, ingressou na Arena, partido de sustentação do regime militar. Elegeu-se governador do Maranhão (1966-1970) e senador (1971-1985). Tornou-se presidente da Arena, em 1979 e, no ano seguinte, com a instalação do pluripartidarismo, do Partido Democrático Social (PSD). Em 1980 foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras. Em 1984, juntamente com outros dissidentes do PDS, passou a integrar a Frente Liberal, que o lançou como vice-presidente da República na chapa de Tancredo Neves, do PMDB, tendo sido eleito pelo Colégio Eleitoral em janeiro de 1985. Assumiu inteiramente a presidência, em 15 de março de 1985, em virtude da doença de Tancredo Neves e, com a morte de Tancredo, em 21 de abril, foi efetivado no cargo. Após o término de seu mandato presidencial, elegeu-se duas vezes senador pelo Amapá (1991-2003), exercendo a presidência do Senado de 1995 a 1996. - Site

- Jorge Amado - Jorge Amado est né le 10 août 1912 à Ferradas, dans une plantation de cacao, au sud de la province brésilienne de Bahia. Ses parents déménagent quand Jorge est âgé d’un an, pour Ilhéus où il passe son enfance. Il fait ses études secondaires au Collège Antônio Vieira et au Collège Ipiranga, à Salvador. A cette période, il commence à travailler dans le journalisme et à participer à la vie littéraire, étant l’un des fondateurs de l’Académie des Rebelles. Jorge Amado décède à Salvador le 6 août 2001.

Pour mieux le connaître:
- Biografia - en portugais - en français
- Quando estava em Paris, em 2 de junho de 1992, Jorge Amado fez uma lista de seus gostos e vícios
- Un portrait de Jorge Amado par Oswald de Andrade
- Mario Vargas Llosa - Jorge Amado e Paraíso
- João Ubaldo Ribeiro - Jorge Amado e Eu
- Fundação Jorge Amado

- Zuzu Angel (1921-1976) - A estilista que foi vítima da ditadura - Durante os anos 60, a mineira de Curvelo Zuleika Angel Jones fez sucesso no exterior com suas criações, vendidas em lojas de departamentos dos Estados Unidos, como a Bloomingdale’s, enquanto estrelas como Liza Minelli, Joan Crawford e Kim Novak compareciam a seu ateliê, no Rio, para encomendar vestidos. Mas foi fora do cenário da moda que Zuzu Angel marcou sua vida. Ela foi uma heroína da recente história do Brasil, ao travar uma incansável luta em busca do filho, Stuart Angel Jones, desaparecido nos porões da ditadura. Militante político, ele foi preso e torturado até a morte na Base Aérea do Galeão, em maio de 1971. Zuzu lutou para reaver o corpo do filho. Em 1971, lançou sua moda protesto, com soldados e tanques desenhados nos vestidos. Anos depois, entregou ao secretário de Estado dos Estados Unidos Henry Kissinger um dossiê sobre o caso, ressaltando que Stuart era filho de um norte-americano. Em abril de 1976, a estilista morreu num acidente de carro. Segundo a versão oficial, ela teria dormido ao volante. Há poucos anos, foi confirmado o que já se sabia: Zuzu morreu num acidente forjado por agentes dos órgãos de repressão política.
Le site du film réalisé par Sérgio Rezende (mai 2006)
A estilista
Biografia
Instituto Zuzu Angel - Escola de estilo

- Olga Benário - Prestes fala de Olga : "Olga saiu do Brasil em setembro de 36. Na véspera de ela partir, recebi na cadeia uma ordem escrita para assinar uma autorização liberando alguns dólares que a polícia apreendera em nossa casa. Na casa de detenção, as companheiras fizeram tudo para evitar que Olga saísse... - Rebeldes Brasileiros, fascículo n°11
Carta de Olga Benário a sua filha Anita e seu marido Luís Carlos Prestes
Biografia e história de Olga Benário - in Cultura Brasil
Olga Benário - Breve biografia em "A Era Vargas"
Olga Benário - Breve biografia publicada pela revista IstoÉ Gente.
Olga Benário Prestes: coragem feminina, por Mariana Várzea
O livro de Fernando Morais - Judia e comunista militante, a alemã Olga Benario Prestes apaixonou-se pelo líder comunista brasileiro Luís Carlos Prestes quando foi escolhida pelo Comintern para acompanhá-lo em uma viagem. Os dois chegam já casados ao Rio de Janeiro, em 1935, dispostos a liderar um levante comunista. Mas acabam presos e ela, grávida, é mandada pelo governo Getúlio Vargas de volta para a Alemanha. Em 1942 ela morre em uma câmara de gás de um campo de concentração. Traduzido em diversos países, "Olga" é o relato da trágica vida de uma mulher que assumiu suas convicções políticas, viveu aventuras e tentou mudar o mundo numa época em que as ideologias estavam em primeiro plano. Uma biografia escrita com força e delicadeza por Fernando Morais, em 1985
Olga, o filme
Um mito chamado Olga - Filme populariza a história da judia alemã, mulher de Prestes, dada "de presente" por Vargas a Hitler - História de Olga Benário Prestes, informações sobre o filme, galeria de fotos, trailer do filme e mais
Filme Olga Benário - Olga Benário foi uma revolucionária inconformada com o mundo no qual vivia.
Olga dérange-t-elle encore ? - Par Antônio Mesquita Galvão

- Chico Mendes - Nascido em 15 de dezembro de 1944, morreu, assassinado por agentes políticos e econômicos retrógrados, em 22 de dezembro de 1988. De sua luta foram criadas as primeiras Reservas Extrativistas brasileiras, que hoje ocupam mais de 3 milhões de hectares de floresta.
Francisco Alves Mendes Filho, acreano, seringueiro, sindicalista; mártir de uma resistência tenaz à ganância dos desmatamentos indiscriminados e aos modelos produtivos pouco empregadores e concentradores de renda. Criou alternativas concretas de desenvolvimento socialmente mais justo e ambientalmente equilibrado, pelo caminho sensato da sustentabilidade. E brigou por isso.
Prémio Chico Mendes de Meio Ambiente - Informações, regulamento.
Comitê Chico Mendes - Biografia, ações, actividades, ...
Memorial Chico Mendes - Valorizar e difundir as iniciativas em defesa do meio ambiente

- Celso Furtado - Celso Furtado nasceu em 26 de julho de 1920 em Pombal (Paraíba) e faleceu em 20 de novembro de 2004 no Rio de Janeiro. A importância da obra de Celso Furtado está para a economia latino-americana, assim como a obra de John Maynard Keynes está para a economia mundial no século XX.
Biografia pela Academia Brasileira de Letras
Saudação a Celso Furtado feita pelo professor Francisco de Oliveira na USP em 2000.
Uma entrevista explosiva em Fevereiro 2003 na revista "Caros Amigos".

- Josué de Castro - A vida e a obra do intelectual brasileiro que pioneiramente mapeou o drama da fome no Brasil e no mundo. - Nasceu em Recife, em 1908 e faleceu em Paris em 24 de setembro de 1973, exilado na França.
Médico, professor, geógrafo, sociólogo e político, Josué de Castro fez da luta contra a fome a sua bandeira. Josué de Castro foi autor de inúmeras obras, apresentando idéias revolucionárias para a época, como os primeiros conceitos sobre o desenvolvimento sustentável.
Biografia
Centro de Estudos e Pesquisas Josué de Castro - Um espaço que permite a produção, a expressão e a divulgação de reflexões críticas sobre a realidade sócio-econômica brasileira.
Projeto Memória
Vida e Obra

- João Guimarães Rosa - Feiticeiro das Palavras, Caboclo Universal - João Guimarães Rosa contista, novelista, romancista, médico e diplomata, nasceu em Cordisburgo (MG) em 1908 e faleceu no Rio de Janeiro em 1967. Formado em Medicina, exerceu a profissão até 1934, quando ingressou na carreira diplomática, tendo servido na Alemanha, Colômbia e França.
Na obra de Guimarães Rosa, o sertão não vai se limitar ao espaço geográfico, mas simboliza o próprio universo. O sertão criado por Guimarães Rosa é uma realidade geográfica, social, política, mas também é uma realidade psicológica e metafísica.
Biografia
A sua Biografia em Vidas Lusófonas
A sua Biografia em Cultura Brasileira
Apresentação da TV Escola

- Aleijadinho - Escultor: 1738 – 1814
Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, nasceu em Vila Rica, hoje Ouro Preto, MG, de pai português e mãe escrava.
1766: Inicio da construção da Igreja de S. Francisco, Vila Rica (Ouro Preto) - 1772: Admitido na confraria de S. José dos Pardos - 1774: Construção da Igreja de S. João de El-Rei (Tiradentes) - 1777: Manifestação acentuada da doença; - 1784: Presidente da Confraria de S. José - 1796: Morre o seu escravo Agostinho; é contratado para a execução das esculturas de Congonhas do Campo - 1796/1799: Executa grande parte das estátuas de Congonhas do Campo -1814: Morre e é sepultado em Vila Rica (Ouro Preto).
Biografia
As obras atribuídas a Aleijadinho
Museu do Aleijadinho
Aleijadinho - O Esplendor da Arte Barroca
Obra e vida de Aleijadinho, santo bruxo tombado, do barroco brasileiro.

- Machado de Assis - Joaquim Maria Machado de Assis (Nasceu no Rio de Janeiro a 21 de junho de 1839 e faleceu no Rio de Janeiro a 29 de setembro de 1908) é um escritor brasileiro, autor de romances, poesias e peças de teatro, além de crítico literário. É considerado um dos mais importantes cronistas, contistas, dramaturgos, jornalistas, poetas, novelistas, romancistas, críticos e ensaístas da literatura brasileira.
Dizem os críticos que Machado era "urbano, aristocrata, cosmopolita, reservado e cínico, ignorou questões sociais como a independência do Brasil e a abolição da escravatura. Passou ao longe do nacionalismo, tendo ambientado suas histórias sempre no Rio, como se não houvesse outro lugar. ... A galeria de tipos e personagens que criou revela o autor como um mestre da observação psicológica. ... Sua obra divide-se em duas fases, uma romântica e outra parnasiano-realista, quando desenvolveu inconfundível estilo desiludido, sarcástico e amargo. O domínio da linguagem é sutil e o estilo é preciso, reticente. O humor pessimista e a complexidade do pensamento, além da desconfiança na razão (no seu sentido cartesiano e iluminista), fazem com que se afaste de seus contemporâneos."
Escreveu obras memoráveis, como Memórias póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro, Quincas Borba e vários livros de contos, entre eles, Papéis avulsos, no qual se encontra uma de suas obras-primas, o conto (ou novela) O alienista, cujo tema principal é o cientificismo e a loucura. Também escreveu poesia e foi um ativo crítico literário, além de ser um dos criadores da crônica no país. Foi também um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, que se chama Casa de Machado de Assis.
Biografia
A sua Biografia em "Vidas Lusófonas", por Hélio Pólvora
Para ler o livro Dom Casmurro
A Poesia de Machado de Assis
Machado de Assis, no centenário das comemorações
Espaço Machado de Assis na Academia Brasileira de Letras
Em "biblioteca digital de literatura", o internauta pode encontrar toda a obra machadiana reunida pela Editora Aguilar.
Domínio Público - Onde se encontra em formato PDF várias obras de Machado de Assis.

- Oswald de Andrade - Ecrivain moderniste brésilien (1890-1954), journaliste, essayiste, critique, poète d’avant-garde, dramaturge et romancier publie, de 1922 à 1945 sept romans, dont une trilogie et un diptyque. Ses deux manifestes les plus connus, le Manifesto da Poesia Pau Brasil, «Manifeste de la poésie Bois Brésil» de 1924 et le Manifesto Antropófago, «Manifeste anthropophage» de 1928, s’inscrivent dans la lignée du cubisme, du dadaïsme et du surréalisme, mais apportent aux courants d’avant-garde européens des saveurs éminemment brésiliennes, fondées sur ce que l’auteur aimait appeler «l’originalité native».
Biografia e obra
Manifesto Pau Brasil
Manifesto Antropofágico

- Gilberto Freyre - Gilberto de Mello Freyre (1900 — 1987) foi um sociólogo, antropólogo e escritor brasileiro. É considerado um dos grandes nomes da história do Brasil.
Gilberto Freyre realizou uma vasta obra de interpretação da realidade brasileira, muito especialmente no entendimento das relações sociais na região nordestina, na qual o patriarcalismo rural e o paternalismo senhorial são faces dominantes da realidade.
Suas obras, como Vida Social no Brasil nos Meados do Século XIX (1922), Casa-Grande & Senzala (1933), Sobrados e Mucambos (1936), Nordeste (1937), Açúcar (1939), Um Engenheiro Francês no Brasil (1940), Região e Tradição (1941), Sociologia (1945), Aventura e Rotina (1953), Ordem e Progresso (1959), Guia Prático, Histórico e sentimental da Cidade do Recife (1934), Além do Apenas Moderno (1973), Tempo Morto e Outros Tempos (1975), retratam a terra, a vida, as coisas, os animais e os fatos do cotidiano de luta pela organização de uma civilização nos trópicos.
Biografia em português
Biographie en français
Fundação Gilberto Freyre
Gilberto Freyre em exposição - No aniversário de vinte anos da morte do sociólogo, o Museu da Língua Portuguesa apresenta exposição em que o que conta são as marcas de estilo do autor de Casa-grande & Senzala
Gilberto Freyre - Bibliothèque virtuelle

- Cândido Portinari, (1903 - 1962) - Nasceu numa fazenda de café em Brodósqui(SP) em 1903 e morreu no Rio de Janeiro, em 1962, vítima de intoxicação pelas tintas que utilizava.
Estuda na Escola Nacional de Belas-Artes do Rio de Janeiro. Parte em 1929 para Paris, onde permanece até 1930. Longe de sua pátria, saudoso de sua gente, decide ao voltar ao Brasil, no início de 1931, retratar em suas telas o povo brasileiro. A temática social será o fio condutor de toda a sua obra a partir de então. Companheiro de poetas, escritores, jornalistas, diplomatas, Portinari participa de uma notável mudança na atitude estética e na cultura do país.
Cronobiografia de Portinari
Biografia sucinta
Projeto Portinari
Centenário de Portinari
Museu Casa de Portinari

- Oscar Niemeyer - Né en 1907, formé à l’école des Beaux-arts de Rio, son parcours architectural est lié à l’expansion du Brésil. En 1936, le plus jeune architecte du groupe dirigé par Lucio Costa et Le Corbusier est chargé de la conception du ministère de l’Éducation et de la Santé à Rio de Janeiro. Niemeyer construit ensuite la crèche Obra du Berço à Rio, le pavillon du Brésil à l’Exposition de New York, le Grand Hôtel d’Ouro Prêto… Le magnifique ensemble autour du parc de Pampulha, et notamment l’église Saint-François d’Assise, lui assure une renommée qui s’étend bien au-delà du Brésil.
À partir de 1956, il consacre l’essentiel de son temps à l’oeuvre de sa vie : l’édification de la nouvelle capitale, Brasília. Il en est l’architecte et Lucio Costa l’urbaniste. Bien des bâtiments sont célèbres, particulièrement les deux minces tours jumelles du Congrès national, flanquées des deux coupoles blanches de l’Assemblée et du Sénat, ou encore la cathédrale, les palais de 'Alvorada et du Planalto, le théâtre, le Palace Hôtel… ils resteront parmi les plus belles expressions de l’art de notre temps. En 1964, à la suite de l’instauration d’un régime militaire, il quitte son pays et travaille en Israël puis en Europe. Il se consacre à des programmes très divers où il explore toutes les ressources du béton armé, son matériau de prédilection.
Il construit le siège du parti communiste français à Paris en 1967, le siège des éditions Mondadori à Milan en 1968, l’université de Constantine en 1969, la bourse du travail de Bobigny en 1973. Inauguré en 1989, le siège du journal l’Humanité à Saint-Denis a été conçu par le grand architecte brésilien Oscar Niemeyer. Fait essentiellement de béton et de verre, le bâtiment est à la fois simple et élégant grâce à la courbe de la façade qui donne du mouvement à l’ensemble. Le pari était de taille pour l’architecte, car il s’agissait d’intégrer le nouveau bâtiment dans la rénovation du centre ville, à deux pas d’une basilique multicentenaire. Pari réussi !
Dans les années 1980 - 1990, il réalise au Brésil des commandes publiques de prestige comme le mémorial d’Amérique latine ou le musée d’art contemporain de Niterói à Rio. L’oeuvre d’Oscar Niemeyer est à la fois la réussite d’un technicien du béton et d’un créateur de formes qui manie avec un égal bonheur les droites, les courbes et les obliques.
- Le site de sa Fondation
- Niemeyer diz que é preciso ousar! Aos 101 anos, Niemeyer gosta tanto do contato com alunos que, pensando neles, criou revista - Leia um artigo do Estadão de 1/7/09

- Oswaldo Cruz (1872 — 1917) foi um cientista, médico, bacteriologista, epidemiologista e sanitarista brasileiro. - 1887: Osvaldo entra na Faculdade de Medicina. - 1891: Estudante ainda, publica dois trabalhos sobre microbiologia. - 1892: Com 20 anos, forma-se em Medicina. - 1893: Casa com Emília da Fonseca. - 1896: Vai estudar em França. - 1897: É admitido no Instituto Pasteur. - 1899: Regressa ao Brasil. - 1900: Assume a direcção técnica do Instituto de Manguinhos (Instituto Soroterápico Nacional). - 1903: Toma posse como director da Saúde Pública; sem contemplações, políticas ou outras, forma e assume a liderança da equipa sanitária que irá erradicar as doenças que dizimam a população brasileira: febre amarela, varíola e peste bubónica. - 1907: Em Berlim, obtém o 1.º Prémio do XV Congresso Internacional de Higiene e Demografia. - 1912: Comanda o saneamento do vale amazónico. - 1916: Exausto, retira-se para Petrópolis. - 1917: Com apenas 45 anos, morre Osvaldo Cruz.
Cronologia
Biografia e Instituto Oswaldo Cruz
Projeto Memória 2003, Oswaldo Cruz o médico do Brasil
Site da Fundação Oswaldo Cruz
Casa de Oswaldo Cruz (COC) - Centro de pesquisa, documentação e informação

- Darcy Ribeiro - (1922 — 1997) - Etnólogo, antropólogo, professor, educador, ensaísta, romancista e político brasileiro - Nasceu em Montes Claros. Em 1940 adere ao movimento comunista e segue a Escola de Sociologia. Em 1947 consegue um contrato com o Marechal Rondon para trabalhar como naturalista dedicando-se aos índios Kadiwéu. Em 1950 coopera com a Superintendência de Valorização Econômica da Amazônia, elaborando o plano de colonização das fronteiras e de amparo às populações indígenas da região. Organiza no Rio de Janeiro o Museu do Índio, primeiro museu etnográfico dedicado expressamente à luta contra o preconceito. Elabora ainda o plano de criação do Parque Indígena do Xingú. Com o golpe militar é exilado lecionado em países da América do Sul. Retorna ao Brasil em 1976 onde, no Rio de Janeiro participa ativamente da campanha contra a falsa emancipação dos índios, pretendida pela ditadura militar. Em 1979 anistiado, associa-se a Leonel Brizola colabora na criação do Partido Democrático Trabalhista -PDT. Em 1982 é eleito, junto com Leonel Brizola, Vice-Governador do Estado do Rio de Janeiro. Em 1990 retoma seu plano de implantar o Projeto Caboclo destinado a criar, experimentalmente, novas formas não destrutivas de ocupação humana da Amazônia. Elege-se Senador. Em 1997 morre em Brasília no dia 17 de fevereiro, deixando um legado de obras do estudo indígena a formas políticas e de ensino.
Darcy Ribeiro - Vida, obra, pensamento
Biografia
Fundação Darcy Ribeiro
Apresentação no site da Funai

- Pixinguinha - (1897 — 1973) - Alfredo da Rocha Viana Filho, conhecido como Pixinguinha, foi um flautista, saxofonista, compositor, cantor, arranjador e regente brasileiro. Pixinguinha é considerado um dos maiores compositores da música popular brasileira, contribuiu diretamente para que o choro encontrasse uma forma musical definitiva. Pixinguinha compôs pérolas como "Carinhoso", "Rosa", "Um a zero", "Lamentos" e "Ingênuo"
Site oficial
Biografia
Pixinguinha, O Gênio Maior da Música Popular Brasileira

- Marechal Cândido Rondon - (1865 — 1958) - Explorador, geógrafo, pacificador - Entre a construção de linhas telegráficas na Amazônia e Mato Grosso a partir de 1907, o então tenente Cândido Mariano da Silva Rondon, realizou a missão de contatar e pacificar as tribos mais temidas da região. Numa época que os índios eram abatidos a tiros ao primeiro encontro. Ao substituir o ódio pela ternura, a suspeita pela confiança e as carabinas por miçangas, Rondon se tornou o maior dos humanistas brasileiros e o mais respeitado defensor dos índios em todo o continente. Rondon era descendente de índios Terenas, e nasceu em Mato Grosso em 1865. Rondon iria cunhar a frase que se tornou o símbolo de sua relação com os índios: "Morrer se preciso for, matar nunca". Em 1910, Rondon fundou o Serviço de Proteção ao Índio (SPI), primeiro órgão do Governo a tratar da questão indígena. "Sertões onde nunca pisou homem civilizado já figuram nos registros públicos como pertencentes aos cidadão A ou B; mais tarde ou mais cedo, esses proprietários expelirão daí os índios que, por uma inversão monstruosa dos fatos, da razão e da moral, serão então considerados e tratados como se fossem eles os intrusos salteadores e ladrões." (Rondon, Conferências).
Biografia
Fundação Cândido Rondon
Apresentação no site da Funai

- Clarice Lispector - (1920 — 1977) - De família judaica chegou ao Brasil quando tinha pouco mais de um ano de idade. Clarice Lispector começou a escrever logo que aprendeu a ler, na cidade do Recife, onde passou parte da infância. Em 1944 publicou seu primeiro romance, Perto do coração selvagem. A literatura brasileira era nesta altura dominada por uma tendência essencialmente regionalista, com personagens contando a difícil realidade social do país na época. Clarice Lispector surpreendeu a crítica com seu romance, quer pela problemática de caráter existencial, completamente inovadora, quer pelo estilo solto elíptico, e fragmentário. Seu romance mais famoso talvez seja A hora da estrela, o último publicado antes de sua morte.
Site oficial
Biografia
Vida e obra
Detalhes da vida e obra de Clarice Lispector
Clarice, universal e não menos misteriosa - Benjamin Moser, tradutor e crítico literário, autor de Why This World; biografia lançada nos EUA recria dilemas da escritora de A Paixão Segundo G.H. - Estadão, 16/8/09

- Graciliano Ramos - (1892 — 1953) - Graciliano Ramos fez os primeiros estudos no interior de Alagoas e tentou o jornalismo no Rio de Janeiro. Regressou a Palmeira dos Índios (AL), cidade da qual foi prefeito, em 1928, renunciando ao cargo dois anos depois e passando a dirigir a Imprensa Oficial do Estado. Em 1933, foi nomeado Diretor da Instrução Pública. Por suspeita de ligação com o comunismo, foi demitido e preso em 1936. Remetido ao Rio de Janeiro, permaneceu encarcerado na Ilha Grande, onde escreveu Memórias do cárcere. Em 1945, aderiu ao Partido Comunista Brasileiro. - Graciliano Ramos é, na maioria das vezes, rotulado de regionalista por críticos que vêm na sua obra, apenas o pano de fundo onde vivem os seus personagens. Porém, as suas publicações, nos tem revelado que muito mais que um simples devaneio pelo mundo dos excluídos e abandonados à própria sorte, todo o seu trabalho, nos mostra quão necessário é tomarmos conhecimento de como vivem nossos irmãos nordestinos, e outros tantos irmãos sertanejos, de pele curtida pela inclemente seca, e maus tratos da região.
Site oficial
Cronologia
Biografia

- Cecília Meireles - (1901 — 1964) - Poetisa, professora, pedagoga e jornalista, cuja poesia lírica e altamente personalista, freqüentemente simples na forma mas contendo imagens e simbolismos complexos, deu a ela importante posição na literatura brasileira do século XX. Embora vivendo sob influência do Modernismo, apresenta ainda em sua obra heranças do simbolismo e técnicas do classicismo, gongorismo, romantismo, parnasianismo, realismo e surrealismo, razão pela qual sua poesia é considerada intemporal.
Biografia
Biografia, poesias, ensaios críticos
Poemas de Cecília Meireles
Cecília Meireles: iconografia, biografia, bibliografia

- Vinicius de Moraes - (1913 — 1980), foi um diplomata, jornalista, poeta e compositor brasileiro. - Vinicius formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais e optou por uma carreira diplomática. Além da diplomacia, do teatro e dos livros, prosseguiu sua carreira musical. Grande boêmio, fumante, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se por nove vezes ao longo de sua vida. Frequentou Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell e Carlos Lyra. Um dos pais da Bossa Nova nos anos 1956-58.
Site oficial
Biografia
Uma receita (poética) para preparar uma feijoada - Uma poesia extraída do livro "Para viver um grande amor".
Letras de Músicas
Discografia

- Tarsila do Amaral - (1886 — 1973) foi a pintora mais representativa da primeira fase do movimento modernista brasileiro. Estuda em São Paulo e frequenta vários ateliers na Europa. Frequenta Fernand Léger, Mário de Andrade e Oswald de Andrade, com quem se casa em 1926. No Grupo dos Cinco, que defende as idéias da Semana de Arte Moderna, toma a frente do movimento modernista no país. Em 1928 pinta o “Abaporu” para dar de presente de aniversário a Oswald que se empolga com a tela e cria o Movimento Antropofágico. Em 1933 pinta o quadro “Operários” e dá início à pintura social no Brasil.
Site oficial
Biografia
Vida e obra
Quadros de Tarsila do Amaral

- Getúlio Vargas - (1882 — 1954) - Político brasileiro, chefe civil da Revolução de 1930, que pôs fim à chamada República Velha, e foi, por duas vezes, presidente da República do Brasil. Ante seus simpatizantes, recebeu o epíteto de "pai dos pobres". Era conhecido pelas pessoas de sua proximidade como "Doutor Getúlio". Getúlio Vargas foi o mais controvertido político brasileiro do século XX, e sua herança política é reclamada por pelo menos dois partidos políticos atuais: o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).
Biografia
Fundação Getúlio Vargas
Biografia de Getúlio Vargas, Era Vargas

- Heitor Villa-Lobos - (1887 — 1959) -Compositor brasileiro, célebre por unir música com sons naturais. A influência de compositores europeus (Bach, Strawinsky, Wagner) foi sobrepujada pela da música brasileira, seja a indígena, seja a dos chorões. Essas duas vertentes são bastante marcantes nos catorze Choros. Viajou pelo interior do Brasil pesquisando seu folclore e entrando em contato com uma música diferente da que estava acostumado a ouvir: modas caipiras, tocadores de viola e outros tipos que mais tarde viriam a universalizar-se através de suas obras. Os temas nordestinos viriam a se fazer mais presentes a partir da década de 1930.
Biografia e obra
Museu Villa-Lobos
Site en anglais très complet

- Monteiro Lobato - (1882 — 1948) - Jornalista, contista, criador de deliciosas histórias para crianças. Escritor de livros infantis e de contos, geralmente, sobre temas brasileiros. Formou-se em direito sem nenhum entusiasmo, já que sempre quis ser pintor!
Biografia
Vida e obra de Monteiro Lobato
Monteiro Lobato na rede mundial
A Prisão de Monteiro Lobato
Sítio do Picapau Amarelo

- Antônio Jobim - (1927 — 1994) - Mais conhecido como Tom Jobim, foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista - Tom Jobim é um dos nomes que melhor representa a música brasileira e um dos criadores do movimento da Bossa Nova. Em 1956 musicou a peça "Orfeu da Conceição" com Vinicius de Moraes, que se tornou um de seus parceiros mais constantes. Em 1963 compôs, com Vinicius, um de seus maiores sucessos e possivelmente a música brasileira mais executada no exterior: "Garota de Ipanema".
Site oficial - Músicas, biografia, notícias e fotografias do artista Tom Jobim
Biografia
Club do Tom
Letras de Músicas

- Cartola - Angenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola (1908 — 1980), foi um cantor, compositor e poeta brasileiro. Considerado o maior sambista da história por diversos músicos, Cartola nasceu no Rio e passou a infância no bairro de Laranjeiras. Dificuldades financeiras obrigaram a família numerosa a mudar-se para o morro da Mangueira, onde então começava a despontar uma pequena favela.
Ao longo de seus 72 anos de vida, Cartola compôs, sozinho ou em parcerias, cerca de quinhentas canções. Seus principais parceiros: Elton Medeiros, Carlos Cachaça, Noel Rosa e Dalmo Castello. Até hoje essas músicas são regravadas por vários intérpretes, tamanha é a grandeza de seus versos e melodias. "O Sol Nascerá", "Alvorada no Morro", "Garças Pardas", "Soldado do Amor", "Não Posso Viver Sem Ela", "As Rosas Não Falam", "Nós Dois".
Cartola - O Trovador do Samba
Biografia
Cartola para todos os gostos
Os 100 anos de Cartola, o gênio do samba - Cantor e compositor de sambas imortais como "As Rosas Não Falam" e "Alvorada", morto em 1980, completaria um século. - Um dossier do Estado de São Paulo, outubro 2008

- Dom Helder Camara - (1909 — 1999) - Avocat des pauvres, apôtre de la Théologie de la libération et de la non-violence, Dom Helder Camara est de ceux qui ont incarné l'image du Sauveur. La parole libre et sans ménagement pour les puissants de Dom Helder Camara, ses conflits à répétition avec les pouvoirs ont fait de celui qui fut l'archevêque d'Olinda-Recife de 1964 à 1985, l'un des symboles de la théologie de la libération. Dénonçant sans répit la course aux armements et les ventes d'armes, Dom Helder Camara a mérité le Prix populaire de la Paix.
Biographie
L’héritage de Dom Hélder Câmara
DHMA - L’association ‘Dom Helder – Mémoire et actualité’
Projeto Dom Helder Camara - Ensinar e aprender, fazendo.

- Alberto Santos-Dumont - (1873 — 1932) est un aéronaute et aviateur brésilien, pionnier de l'aviation moderne. Il reste à jamais celui qui le premier à réussir à faire décoller un engin plus lourd que l'air. Le 12 novembre 1906, Santos-Dumont est sur la pelouse de Bagatelle avec son "oiseau de proie", bien décidé à réitérer et faire enregistrer son record à bord de son biplan 14 bis, équipé d'un moteur de 50cv.
Biographie
Biografia, fotos e artigos sobre Santos Dumont.
Biografia
Santos-Dumont, père de l’aviation

- Juscelino Kubitschek de Oliveira - (1902 — 1976) foi um médico, militar e político brasileiro. Foi o responsável pela construção da nova capital federal, Brasília. O governo de JK é lembrado como de grande desenvolvimento, incentivando o progresso econômico do país por meio da industrialização. Ao assumir sua candidatura, ele se comprometeu a trazer o desenvolvimento de forma absoluta para o Brasil, realizando 50 anos de progresso em apenas cinco de governo, o famoso “50 em 5”. Durante o seu governo houve um grande avanço industrial e a sua força motriz estava concentrada nas indústrias de base e na fabricação de bens de consumo duráveis e não-duráveis. O governo atraiu o investimento de capital estrangeiro no país incentivando a instalação de empresas internacionais, principalmente as automobilísticas.
Biografia
Biographie
Os anos de Juscelino Kubitschek - TV Cultura
Le regard Moderniste de JK

- Cyro dos Anjos - (1906 - 1994) - Cyro Versiani dos Anjos, jornalista, professor, cronista, romancista, ensaísta e memorialista nasceu em Montes Claros (MG). É considerado o romancista mais sutil e poético da geração de 30. Em meio a um conjunto de obras de denúncia social e registros das contradições brasileiras, seus romances (O amanuense Belmiro) destacam-se pelo lirismo e pela delicadeza de traços. Cyro dos Anjos era do grupo formado por Carlos Drummond de Andrade, Emílio Moura e Alphonsus de Guimaraens. Recebeu o Prêmio Jabuti de Memória e o Prêmio da Academia Brasileira de Letras de romance e o do PEN Clube de romance. Usou o pseudônimo de Belmiro Borba.
Biografia
Análise de O amanuense Belmiro, por Keila Mara Sant'Ana Málaque (UNESP)

- Vital Brazil - (1865 — 1950) - Vital Brazil Mineiro da Campanha foi um importante médico imunologista e pesquisador biomédico brasileiro, de renome internacional. Criou o Instituto Butantã e estudou os venenos das serpentes. Durante as epidemias de febre amarela, varíola e cólera do início do século, chefiou a comissão sanitária no vale do Paraíba e combateu a peste bubônica na cidade de Santos, contraindo a doença durante o trabalho. Fundou em Niterói o Instituto Vital Brazil, voltado à preparação de soros e vacinas e pólo de pesquisas nessa área.
Biografia
Instituto Vital Brazil

- Euclides da Cunha - (1866 — 1909) - Euclides Rodrigues da Cunha foi escritor, sociólogo, repórter jornalístico, historiador e engenheiro brasileiro. Quando surgiu a insurreição de Canudos, em 1897, Euclides escreveu dois artigos pioneiros intitulados "A nossa Vendéia" que lhe valeram um convite do jornal Província de S. Paulo (hoje O Estado de S. Paulo) para presenciar o final do conflito. - Em 1902, a livraria Laemmert lança no Rio de Janeiro Os Sertões. O livro é sucesso de crítica e de vendas, sendo que todos os volumes da 1ª edição se esgotam em dois meses.
Biografia no site da ABL
Biografia pelo site Cultura Brasileira
Biographie sur le site de la Librairie Chandeigne
Fundação Euclides da Cunha
A coragem de desvendar o Brasil - No centenário da morte do escritor, Grupo Estado celebra o ‘Ano de Euclides’ com projeto cultural multimídia - Estadão, 7/3/09
O Ano de Euclides: Amazônia revisitada - Viagem que refaz expedição de Euclides da Cunha ao Acre abre projeto multimídia do Grupo Estado no ano do centenário do autor de "Os Sertões".
O Ano de Euclides - Especial 2009 - Estadão

- Walter Salles - (1955 - ) - Né à Rio de Janeiro en 1955, Walter Moreira Salles, s’est formé à l'école du documentaire télévisuel. Il a ensuite, comme auteur de longs métrages, imprimé sa touche personnelle et moderne au road movie, avec Terre étrangère, puis Central do Brasil (Ours d’argent à Berlin et primé à Sundance) qui a remis son pays sur la carte de la cinéphilie ou encore Motorcycle Diary.
Au fil d’une filmographie diversifiée et déjà essentielle, Walter Salles démontre son talent aussi bien dans le domaine du cinéma d’auteur que dans les formes plus codées du film de genre, avec Dark Water. Symbole du renouveau du cinéma brésilien Walter Salles s’inscrit également dans l’héritage du Cinema Novo par les qualités réalistes de ses mises en scène et la conscience sociale qui les anime. Notre rétrospective est riche de douze titres dont l’inédit Terre étrangère et plusieurs documents rares.
Biographie
Biographie dans AlloCine


Retour à l'accueil